ABERTAS INSCRIÇÕES PARA 2a. OFICINA DE TEATRO - INFORMAÇÕES: 3274.2197 - FUNDAÇÃO NILO PEREIRA

Coral cantos do vale

Coral cantos do vale
Coral canto do vale tem como regente Kleber Praxedes

Estação da cultura

Estação  da cultura
Visitem

13 de out de 2009

Há muito tempo, em especial nos último oito anos, a cultura em Ceará-Mirim era privilégio da elite, ou seja, para poucas pessoas, já que a desigualdade social aqui é muito grande. A prioridade era Concurso literário, de poesia, orquestra sinfônica, etc; enquanto a cultura popular, para o povão, estava sempre em último plano, esquecida.
Por muito tempo houve esse privilégio à elite e não faz sentido o gestor trabalhar para alguns quando a meta é suprir a todos.
A Estação Cultural, por exemplo, hoje em plena atividade, com realização de eventos para toda a comunidade escolar, religiosa, civil, ongs, etc, anteriormente servia apenas a um seleto grupo.
Pretendo, como gestor da Fundação Nilo Pereira, que agora tem CNPJ, enaltecer a cultura através da literatura de cordel, do teatro popular, exibição de filmes, apresentação de danças folclóricas e outras ações envolvendo artes, em comunidades menos favorecidas.
Ceará-Mirim tem 94 distritos que nunca foram contemplados com projetos culturais. Sua fonte de cultura está relacionada, na maioria das vezes, a assistir DVDs e ouvir CDs piratas de qualidade duvidosa. Pretendo mudar esse quadro.
Nossos projetos e ações futuras:
- Caravana Cultural: Consiste em levar às comunidades periféricas: exibição de cinema em tela gigante; apresentação de espetáculos de teatro, dança, literatura, entre outros.
- Museu de Cultura Popular – A ser instalado provavelmente no Centro de Apoio ao Turista (entrada da cidade), com objetivo de resgatar nossa arte e cultura popular através de peças representativas;
- Beco do Artesão (Projeto já em andamento)- Espaço específico entre os mercados do Café e Frutas e Verduras, oportunizando nossos artesãos a exporem e venderem seus produtos;
- Casa de Cultural Popular – Espaço destinado a realização de cursos e oficinas de Pintura em tela, tecidos, bordados, escultura, desenho, música, canto, etc;
- Revitalizar a Banda de Música Tenente Djalma Ribeiro;
- Realização do AUTO DE NATAL, com tema popular ligado a história do Vale verde.
- Ações culturais e apresentações artísticas na Festa da Padroeira (já este ano com dois palcos, proporcionando opções musicais).
- Quinta Cultural no Mercado Público, dentre outros.
Só acredito em projetos culturais que englobem a maioria da população, de preferência que venham da periferia para o centro.

Nenhum comentário: